Ódio organizado

“Por que odiares primitiva e espontaneamente, estimulado por um impulso que aparece em ti, semelhante a uma erva daninha crescida durante a madrugada pelo azar e capricho de uma terra não cuidada? O que descobria, juntamente com Marx, o final do século XIX é que o ódio pode ser organizado. Dito de outro modo, ele pode ser induzido, argumentado, explicado, teoretizado, previsto com um escopo, com um programa e posto de modo sistemático a trabalhar. Tudo isso pode fazer-se se o ódio demente de Caim for enquadrado por uma ideologia. Desde esse momento, ele passa a ter dignidade histórica e aura científica. E o crime que o acompanha é, a seu turno, enobrecido, porque a finalidade a que ele serve sonha com o bem para muitos e, no limite, para toda a humanidade. O ódio vazio tem a eficiência de um arco e flecha, de um mosquete que dá um único tiro. Previsto com ideologia, ele se torna uma arma com repetição.”

Gabriel Liiceanu em Do ódio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s