Para além das oposições de superfície

“Estar em paz consigo mesmo é situar-se para além de todas as oposições secundárias de superfície, é já conciliar, até certo ponto, o que parece inconciliável para os espíritos superficiais e que gera, como se diz em termos modernos, progressistas e tradicionalistas, nacionalistas e internacionalistas, extrema esquerda e extrema direita, os místicos e polemistas, em suma, tudo o que é “sectário” porque unilateral, tudo o que cristaliza as dualidades em dualismos.”

François Varillon em Alegria de crer e de viver

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s