Sinal de perversão

“Os homens se corrompem quando eles, pelo rumor e pelo mexerico da cidade, por curiosidade, leviandade, inveja, talvez maldade, se habituam a tomar conhecimento das falhas do próximo. Seria decerto desejável que os homens aprendessem de novo a se calar; mas se é preciso ceder à tagarelice e portanto conversar fiado por curiosidade ou frivolidade, que seja sobre bobagens e trivialidades – as falhas do próximo são e deveriam ser coisas sérias demais para isso; mexericar por curiosidade, frivolidade, inveja, a respeito disso, é portanto um sinal de perversão. […] aquele que, contando as falhas do próximo, ajuda a corromper os homens, aumenta, sem dúvida, a multidão dos pecados”

Kierkegaard em As obras do amor

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s