Tornar-se manifesto

“Ai, muitos acham que o julgamento é algo que ocorre para além do túmulo, e este também é o caso; mas esquecemos que o juízo está muito mais próximo e que ele ocorre a cada instante, porque a cada instante de tua vida, com efeito, a existência te julga; pois que viver é julgar-se a si mesmo, é tornar-se manifesto.”

Kierkegaard em As obras do amor

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s