O homem das dores e o povo das tristezas

“olho para o homem das dores. Pendurado na cruz de braços abertos. É Jesus, condenado por Pilatos, crucificado pelos soldados romanos e ridicularizado por judeus e gentios. Mas também nós, toda a raça humana, pessoas de todas as épocas, arrancadas da terra num espetáculo de agonia para que todo o universo assista. “Quanto a mim, quando eu for elevado da terra”, disse Jesus, “atrairei todos a mim” (Jo 12,32). Jesus, o homem das dores, e nós, o povo das tristezas, permanecemos lá pendurados entre os céus e a terra, clamando: ‘Deus, nosso Deus, por que nos abandonaste?'”

Henri Nouwen em Podeis beber o cálice?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s