Exercício de liberdade

“Em geral, as ideologias de direita são marcadas pela suficiência desprezadora, ao passo que as ideologias de esquerda estão sob o signo do ressentimento reivindicativo. Seria o momento de arriscarmos um passo para fora desta dança monótona, um exercício de liberdade, para além da cadência deste pêndulo. Seria o momento de pensarmos por conta própria, sem a instrução de uma cor ou outra das ideologias.

[…]

Uma primeira forma de proteção contra a invasão ideológica é o pensamento autônomo, o pensamento por conta própria. Qualquer ideia vinda de fora, qualquer produto pronto para usar, qualquer moda lançada ciclicamente na cena pública tem de ser pesada com uma suspeição saudável.

[…]

Um segundo exercício de proteção é o esforço de pensar as coisas até o fim, para além da evidência de primeira instância, sem atalhos e correrias lógicas ou sentimentais.”

Andrei Plesu em Da alegria no Leste Europeu e na Europa Ocidental

Anúncios