Diferentes faces, o mesmo absolutismo

“Quer se inspirem na utopia ou na reação, os absolutismos se parecem e se confundem. Independentemente de seu conteúdo doutrinário, que os diferencia apenas na superfície, participam de um mesmo esquema, de uma mesma conduta lógica, fenômeno próprio a todos os sistemas que, não contentes em afirmar um princípio incondicionado, ainda o transformam em dogma e em lei. Um modo de pensar idêntico preside a elaboração de teorias materialmente distintas, mas formalmente análogas. Quanto às doutrinas da Unidade, elas são tão parecidas que, se estudarmos qualquer uma, estudamos ao mesmo tempo todos os regimes que, recusando a diversidade na ideia e na prática, negam ao homem o direito à heresia, à singularidade ou à dúvida.”

Cioran em Exercícios de admiração

Anúncios