Racionamento

“sacode a cafeteira exausta
enquanto fuma o terceiro último cigarro

aceitar o fim do dia é um risco

e adiar parece um prazer
que retarda meu momento mais caro

mastigo o escuro esperando que durmas
para enfim te apanhar
fincar as unhas em teus centímetros de grama
ser sal na água dilatando teu repouso
encarniçada sobre tua boca de vapor
te gastando até que tua voz fuja do corpo
banida e surrada pelo meu quadril

é de fome que esmago teu sono
reparto o cansaço e como.”

Cínthya Verri em Constantina

Anúncios