Intimidade decisiva

“Existem, todavia, situações, momentos da vida, em que, sem perceber, o ser humano confessa grande parte da sua intimidade decisiva, da sua verdadeira natureza. Uma destas situações é o amor. Na escolha da amada, o homem revela o seu fundo essencial, a mulher, na escolha do amado. O tipo de ser humano que preferimos revela os contornos do nosso coração. O amor é um impulso que emerge do mais subterrâneo da nossa pessoa que, ao chegar à superfície visível da vida, arrasta consigo, em aluvião, algas e conchas do abismo interior.”

Ortega y Gasset em Estudos sobre o Amor

Anúncios