Mão do Cristo crucificado

“Ele falou pelos profetas, ele falou durante sua vida terrestre; contudo, depois do Pentecostes ele fala apenas por meio dos sopros do Espírito Santo. É nesse silêncio, diz Nicolau Cabasilas, que Deus declara seu amor ao homem, manikos eros, “louco amor” de Deus pelo homem e seu incompreensível respeito em relação à liberdade humana. “A forma sob a qual Deus nos estende a mão é a mesma que torna essa mão invisível”. Mão do Cristo crucificado, ela cobre nossos olhos, mas ela foi trespassada e os olhos veem através dela.”

Paul Evdokimov em O silêncio amoroso de Deus

Anúncios