Na direção do outro

“Ir na direção do outro é tornar-se sua coisa, pois ele pode me entristecer, e é preciso muito tato para dizer não sem ferir.”

Pascal Bruckner em O Paradoxo amoroso

Anúncios