O instante em que nasce

“…o instante em que nasce o amor: a mulher não resiste à voz que chama a sua alma amedrontada; o homem não resiste à mulher cuja alma se torna atenta à sua voz…”

Milan Kundera,
em algum lugar de sua Insustentável Leveza do Ser

Anúncios