Fazendo teologia

“Quando “fazemos teologia”, somos vasos avaliando o oleiro, crianças questionando seus pais, formigas discutindo sobre o elefante. Em certo nível de profundidade e de exatidão estamos destinados a ser inadequados ou incompletos o tempo todo em quase todas as coisas que dissermos ou pensarmos considerando nossas limitações humanas, incluindo-se a linguagem e a infinita grandeza de Deus. Assim, as coisas mais nobres e elevadas que possamos fazer – que é considerarmos o nosso Criador – sempre devem nos humilhar, mesmo que nos enobreçam. Como pai de quatro filhos, penso nas vezes quando ouvi meus filhos conversando sobre mim: o que eu quis dizer com algo que falei, como eu me senti acerca das coisas, o que eu realmente queria que fizessem. Às vezes aquilo que disseram era mais ou menos verdade; outras vezes, completamente errado ou distorcido, ou até mesmo gracioso. Somos assim quando fazemos teologia.”

Brian McLaren em A Igreja do Outro Lado

Anúncios