A loucura de Deus

“Os profetas falam em nome dos que não têm voz, dos que são perseguidos e mortos, exilados em terra estranha à espera de um Rei Forte, que nasceu entre animais, andou pela terra preferindo sempre a companhia dos malcheirosos morais e físicos, prostitutas, adúlteras, publicanos, leprosos, e que acabou sendo executado como herege religioso e herege político, blasfemo e subversivo…Mas os documentos dos derrotados são sempre definidos como loucura – e de fato assim aconteceu.”

Rubem Alves em Variações sobre a vida e a morte

Anúncios