O Eclesiastes e a condição humana

O Eclesiastes ajuda-me a enfrentar a minha condição humana sem mentir sobre ela. Apesar de correr o risco de soar “anti-humanista”, prefiro enfrentar um Deus que me diz que sou vão, uma nuvem que passa, um vento vazio, a um deus implicado no “marketing do bem”, essa última esperança mentirosa da dignidade intrínseca do ser humano.

Luiz Felipe Pondé em “Um punhado de pó” uma reflexão sobre o livro do Eclesiastes

Anúncios