Testemunha de um sonho mais humano

“A Igreja precisa ser testemunha de um sonho diferente. Não um sonho de um condomínio fechado de luxo, mas o sonho de uma sociedade que não precise de condomínios para sentir-se segura. Uma sociedade onde a qualidade de vida não seja confundida com quantidade de consumo; onde as pessoas não precisem ser violentas para ter garantida a sua sobrevivência, nem sejam julgadas por suas aparências. Uma sociedade mais igualitária, sem tanto luxo contrastando com a miséria, sem tanta ansiedade ou medo. Um mundo onde a solidariedade volte a ser um valor importante, quiçá, central.”

Jung Mo Sung em Se Deus existe, por que há pobreza?

Anúncios