Pegadas na areia # 2

Tudo coopera para o bem
E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.
[Romanos 8.28,29]

A afirmação de que “todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus” pode apontar na direção de um manipulador de circunstâncias, uma espécie de solucionador de problemas, na esteira da crença popular que afirma que “quando Deus fecha uma janela, abre uma porta”. Isso nos faz crer que quando alguma coisa ruim acontece, das duas, uma, ou Deus transforma a coisa ruim em coisa boa, ou usa a coisa ruim para  fazer acontecer uma coisa boa, o que no fim das contas dá quase na mesma.

Mas há outra tradução possível, mais coerente com o todo das Escrituras: “em todas as coisas Deus coopera juntamente com aqueles que o amam, para trazer à existência o que é bom”. Nesse caso, a ação de Deus não tem como objeto as circunstâncias, mas as pessoas, que, tocadas por Deus, saberão enfrentar suas circunstâncias. Isso me faz lembrar outra crença popular: quem anda com Deus é capaz de “fazer do limão uma limonada”.

Ed René Kivitz

fonte: Galilea

Anúncios