Desfaçatez

“Não percebi então que ela estava a ocultar-me seus sentimentos sob a máscara da ironia, que é comumente o último refúgio das pessoas de coração pudico e solitário, no qual alguém pretende brutalmente penetrar, e que, até o último minuto, recusam orgulhosamente capitular, relutando em dar vazão aos seus sentimentos.”

Fiodor Dostoievski em Notas do Subterrâneo

 

Anúncios